Perdi o emprego e larguei a academia


Você se reconhece na afirmação acima? Fez exatamente isto? Ou acha que faria a mesma coisa se tivesse nesta situação?


Enfim, parece óbvio que a academia não seja uma prioridade em um momento de redução de receitas e o movimento mais óbvio é cortar. Afinal, você pode até já ter pago todo semestre, mas a academia fica perto do trabalho, daquele trabalho que não é mais o seu.


As ações tomadas logo após a demissão tendem a ser contaminadas pelo stress do momento e acompanhadas de uma sensação de “cachorro em dia de mudança”, ou seja, há uma desorientação o que faz com que decisões sejam precipitadas e pouco assertivas.


A academia assim como outras atividades devem ser avaliadas cuidadosamente e não somente pela ótica financeira. Eliminar todas as atividades da rotina fará você se sentir mais perdido ainda e sem qualquer sensação de pertencimento, não reconhecendo a própria vida.


Adicionalmente, a academia, em especial, é a sua atividade física e, se a decisão for interromper, que seja somente quanto ao local. Substitua por uma rotina de caminhada, convoque aquele amigo(a) das manhãs, troque pela academia do condomínio ou encontre alguma outra atividade física que pode ser até mais prazerosa, afinal malhar na academia era a única coisa que você conseguia fazer com o horário “louco” da empresa.


Em momentos de transição a atividade física pode colaborar com a socialização e, porque não, com a network. Ajuda na produção de hormônios do “bem” protegendo o corpo do stress e da pressão, tendo ainda uma função organizadora da agenda que parece nunca esteve tão ocupada (!), porém nada é exatamente para você.


Avalie com cuidado o o que deixará de fazer neste período, esta pode ser uma das épocas mais produtivas ainda que você não esteja empregado. É o momento de investir e trabalhar para você. Vamos lá?



Sobre autora

Monica Barg - Especialista em Desenvolvimento Humano, coach com formação em Psicologia Positiva, Orientação Profissional e Psicanalise. Sou membro da ICF-RJ.

Atuei por 29 anos na área de desenvolvimento de negócios, gestão de processos e pessoas, atendimento ao cliente, marketing, estruturação e treinamento de equipes comercias onde adquiri experiência em Gestão Empresarial e Relacionamento com clientes corporativos e C-Level. Alio a experiência corporativa à atuação como psicanalista e orientadora de carreira usando a capacidade de observação do cotidiano para o entendimento da necessidade do outro estabelecendo, de forma objetiva, o processo de gestão de pessoas e talentos. CONTATO: monicabarg.coaching@gmail.com

© 2019 * Site desenvolvido por thalita.maiani@gmail.com

Créditos

images (4).jpeg